Arquivo da tag dica

Hamburguer Vegetariano no The Fifties / Vegetarian Hamburger at The Fifties

The Fifties é um restaurante especializado em servir hambúrguer. O  primeiro restaurante começou em São Paulo, aqui mesmo no Brasil, em 1993. Desde que foi aberto conquistou os fãs de hambúrguer e prêmios em todas as revistas de alimentos do país. Quando virei vegetariano as primeiras coisas que eu disse adeus com certa tristeza foram os hambúrgueres e cachorros-quentes. Eu nunca fui muito de comer bifes, costelas ou churrascos , mas eu sempre amei salgados e sanduíches. The Fifties resolveu este problema com um delicioso hambúrguer vegetariano .

Antes de dizer qualquer coisa sobre este hamburguer e outros alimentos que comi lá, devo dizer que o restaurante me  encanta  toda vez que eu estou por lá! Eles reproduzem o ar de 1950 nos estados unidos, com seus móveis temáticos, o pegador de guardanapo, o receptáculo de canudos e  as roupas dos garçons. Entrar num restaurante The Fifties é como uma viagem no tempo. Só senti falta de músicas dos anos 50 para deixar toda a experiência ainda mais real.

O hambúrguer Vegetariano é fantástico, como um amante de champinhons eu estava mais do que feliz em  sentir o gosto dele por lá. Não acho que o hambúrguer em si tenha gosto de carne, mas o sabor foi realmente muito bom. O tamanho do sanduíche foi satisfatório! Em comparação com os sanduíches vendidos pelo palhaço vermelho e amarelo da franquia de fast food mais conhecida do mundo eu diria que vale a pena trocar um pelo outro. Este hambúrguer tem o tamanho bom , definitivamente .

Acompanhando meu pedido pedi anéis de cebola fritos, delicioso, mas é muito oleoso , talvez não seja uma boa opção para quem segue uma dieta saudável.

Para beber, eu decidi mudar o hábito de tomar suco e experimentar o Smooth de frutas vermelhas com iogurte. Mesmo sem açúcar como gosto de tomar sucos era doce por si. É claro que pedi sobremesa! O brownie quente da casa que cheira como meu paraíso cheiraria se eu pudesse escolher, vem acompanhado de duas bolas de um delicioso sorvete de baunilha (aliás, meu sabor preferido) e tem uma  cobertura do chocolate crocante por cima … quero outro agora!

Quanto foi tudo isso?

Vegie hambúrguer : R $ 17,95 / U $ 9,00

Bebida suave: R $ 16,00 / U $ 8,00

anéis de cebola : R $ 13,00 / U $ 7,50

Deserto : R $ 16,00 / U $ 8,00

Eu compartilhei das cebolas, e sobremesa com um amigo, então eu deveria pagar sozinho em torno de R $ 50,00 / R $ 25,00 . Se valeu a pena ? TOTALMENTE ….

Saiba mais sobre sugestão de Hamburguer Vegetariano no The Fifties Rio de Janeiro  Places to eat Vegetarian Hamburger in Rio De Janeiro at The Fifties Restaurant

Saiba mais sobre sugestão de Hamburguer Vegetariano no The Fifties Rio de Janeiro Places to eat Vegetarian Hamburger in Rio De Janeiro at The Fifties Restaurant

ENGLISH VERSION FOR ENGLISH SPEAKERS

The Fifties is a restaurant specialized in hamburger manufacture. It´s first restaurant began in São Paulo, Brazil, in 1993. Since it was open it has conquered hamburger´s fans and prizes in all food magazines in Brazil.

When I became a vegetarian the first things I said good bye with sadness was my hamburgers and hot dogs. I was never too into beefs and T-bones or barbecues, but I always loved snaks and sandwiches. The Fifties solved this problem with a delicious vegetarian hamburguer.

Before I say anything about this hamburguer and other foods I had there, I must say the restaurant amazes me everytime I´m there! They could reproduce an age with its furnitures, napkin´s picker, straws and waiter´s outfits, going inside a The Fifties restaurant is just like a time travel. I just missed the 50´s songs to make perfect the whole experience.

The vegie burger is fantastic, as a mushroom lover I was more than happy to taste it there. I don´t think it tastes like meat, but the flavor was really fantastic for me. And it was BIG :), you know, if you buy a “yellow red” fast burger either you would starve to death or you would have to eat two. This hamburguer has o good size, definetly.

With the hamburguer I ordered fried onion rings, delicious but too much oil, for the healthier or diet followers perhaps that would not be a good idea. To drink, I decided to go wild and try the smooth of red fruits with yogurt, no suggar on it, as I don´t like suggar in my juices… and I must tell, there was no need, sweet for itself. Of course I had my dessert, hot brownie, which smells like heaven would if I could choose, also two balls of a delicious vanilla ice cream, melting chocolate topping it all…

How much was it all?

Vegie burger: R$ 17,95 / U$ 9,00

Smooth drink: R$ 16,00 / U$ 8,00

onion rings: R$ 13,00 / U$ 7,50

Desert: R$ 16,00 / U$ 8,00

I shared the onions, and dessert with a friend, so I should pay alone around R$ 50,00 / R$ 25,00. If it was worthed? TOTALLY….

Como Treinar e Cuidar do Seu Dragão / How to Raise and Keep a Dragon

Este é um dos melhores livros que eu li sobre os animais, apesar dos dragões serem frutos da nossa imaginação e realmente não existirem. O autor descreve cada espécie de dragão de forma simples e coloca sua necessidade lá para garantir que as crianças saibam tudo o que um dragão precisa antes de comprá-lo. É incrível como bem-estar animal é tratado e a importância do treinamento são levados a sério como deveriam ser, muita gente esquece disso quando querem comprar … um cão para exemplo. Parabéns ao senhor John Topsell pela incrível iniciativa.

ENGLISH VERSION FOR ENGLISH SPEAKERS

this is one of the best books I´ve read about animals, even though dragons are imaginary creatures and don´t really exist. The author describes every specie of dragons in simple ways and put their needs there to assure children know the animal´s needs before buying one. It is amazing how animal welfare is treated and the training needs are taken seriously as they should be if we would buy … a dog for exemple. Congrats to Mr. John Topsell for this amazing idea.

Como Criar e Cuidar De um Dragão

Como Criar e Cuidar De um Dragão

 

Como Criar e Cuidar De um Dragão

Como Criar e Cuidar De um Dragão

Como Criar e Cuidar De um Dragão

Como Criar e Cuidar De um Dragão

Como Criar e Cuidar De um Dragão

Como Criar e Cuidar De um Dragão

Como Criar e Cuidar De um Dragão

Como Criar e Cuidar De um Dragão

Como Criar e Cuidar De um Dragão

Como Criar e Cuidar De um Dragão

Como Criar e Cuidar De um Dragão

 

Como Criar e Cuidar De um Dragão

Fotos/Pics: Igor Igarashi

Produção:/Production Bruna Peres

Concepção/Concept: Yuri Domeniconi

Modelos: Iguana Thor, Teiú Rafa, Yuri Domeniconi

 

Nivea Stelmann, Mario Frias, Ju Camatti Frias, Miguel e Laurinha: Família Querida Com Nossos Animais

Em 2010, mais precisamente dia 14 de setembro, conheci uma família muito especial. A Nívea, o Mário, a Ju e o Miguel. O garoto ainda tinha 6 anos e já era um exemplo de educação conosco e o carinho que ele teve com nossos animais foi impagável. Durante esses três anos trocamos alguns tweets, curtidas de fotos no instagram principalmente da Laurinha agarrando os bichos, ficamos indignados com animais abandonados pelo facebook e mantivemos um contato virtual bastante direcionado para o carinho que todos nós temos pelos animais. (Nívea Stelmann, Mario Frias, Ju Camatti Frias, Miguel e Laurinha Família Querida Com Nossos Animais)

No dia 11 de setembro desse ano, 2013 nós nos reencontramos todos para fazer uma surpresa para o Miguel. Nossa nova apresentação didática com nossos animais no aniversário dele! Em um encontro de última hora quando fui dar os parabéns pela gravidez anunciada da Nívea, decidimos que nos reencontraríamos no aniversário do Miguel! Em menos de uma semana ajeitamos tudo sem ele saber da surpresa que seriam os animais na festa dele.

Nos encontramos na casa de festas “Galaxia Kids”, aqui no Recreio dos Bandeirantes, Rj, combinamos quem ia fazer as participações na nossa apresentação, e quando encontrei o Miguel o olho dele brilhou e: “Tio, vai ter bichos no meu aniversário?”,  “Vai sim Miguel, você não lembra de mim, mas nos encontramos faz algum tempo no seu aniversário, tivemos alguns animais bem diferentes aqui”, “Tio, como eu não lembro de você? Tá maluco? Eu te dei um trabalhão, agarrei a jibóia e fiquei correndo pelo salão a festa inteira” … Eu realmente fico impressionado com a memória dessas crianças.

Enquanto fazíamos a apresentação o Miguel me ajudou a mostrar os animais para os amiguinhos e ficou o tempo todo me auxiliando manter as crianças calmas. Enquanto ele não estava comigo passou a apresentação cuidando da irmã mais nova, a Laurinha… e quando eu achava que esse garoto não me surpreenderia mais, no final da apresentação ele chegou do meu lado e falou baixinho: “Tio, eu sei que todo mundo não pode mexer nos animais, mas tá vendo aquele meu amigo cadeirante? Será que você podia levar a galinha pra ele colocar no colo?” … Lágrima no olho, nó na garganta… De onde veio tanta sensibilidade? Alguém me explica? Combinamos de levar os animais pro amigo dele conhecer, mas infelizmente o garoto foi embora antes.

Cheio de surpresas o Miguel ainda pegou o microfone e cantou bastante seguro pros convidados… Filho de artistas… artista já é…

Essa foi um pouco da história do aniversário do Miguel, filho educadíssimo e querido da Nívea Stelmann e do Mario Frias, enteado da Ju Frias e irmão da Laurinha 🙂  família mais que querida e linda que eu tive a felicidade de compartilhar dois momentos tão especiais.

Ah, quase esqueci! Como nós estamos mudando toda nossa estrutura de apresentação, pedi para a Dani Prates do Fazendo Poste – Fotografia Infantil fazer o nosso portifólio do novo palco e algumas fotos minhas para material de divulgação. Aí ela me surpreende com esses clicks maravilhosos da família…

Convivendo bem com uma Iguana/ Living in harmony with an Iguana

Nas minhas andanças pelo universo virtual achei um garoto que tem um ótimo relacionamento com seu animal de estimação. Instintivamente ele entendeu que mesmo os répteis podem ter uma relação de carinho quando criados da forma correta. Pedi para que ele fizesse um texto para que pudessemos compartilhar com nossos amigos e seguidores aqui da BEAnimal.

O bem-estar animal dos animais que convivem com os seres humanos deve ser prioridade na relação.

Aqui está o relato do Alan:

“Me chamo Alan Rodrigues Costa, 24 anos, sou de Governador Valadares-MG mas vivo em Lisboa-Portugal já há 4 anos e 5 meses.
Vou falar do convívio com minha iguana.
O nome da minha iguana é Smart e a do meu primo é Green.

Em Junho de 2011, meu primo (Júnio Nunes) ganhou de presente de aniversário uma iguana filhote, com apenas 3 meses de vida, adorei a iguana e no outro dia eu comprei uma pra mim 🙂 (na mesma loja e com a mesma idade).
O irmão de uma amiga minha tem um casal de iguanas, daí ele passou muitas dicas de como cuidar dela, tipo: comida, habitat, o que pode, o que não pode.

Iguana

Iguana

Como ainda era filhote, não sabia se iria interagir comigo, pois era arisca.Os dias foram passando e eles foram crescendo e ficando mais calmos “acostumando com a gente”.

Iguana

Iguana

Iguana

Iguana

No dia que comprei, fiquei muito preocupado por que eu não conseguia vê-la comendo e também sabendo que ela estava estranhando a nova “casa”. A minha iguana ficava junta com a do meu primo em um terrário não muito grande, eles rescendo e o meu “dominou território”, tive que separa-los, comprei um terrário grande pra ela e enfeitei com galhos de árvore, piscininha e como forro eu coloco fibra de côco, natural, orgânico para terrário. Como Portugal prevalece o frio, dentro do terrário tenho 2 lâmpadas, uma para o bem estar e a outra para aquecer.

Iguana

Iguana

Iguana

Iguana

Agora, minha Iguana já tem 2 anos de vida, está grande, bonita e o mais importante, sadia. Tem um terrário enorme que mandei fazer. Fica a maior parte comigo no meu quarto (deixo o aquecedor ligado), ela adora ficar dentro do guarda roupa, não pode ver a porta aberta que já entra. Agora ela fez o seu terrário de banheiro, a coloco lá, depois de alguns minutos ela faz as necessidades e já fica logo querendo sair, batendo as mãozinhas na porta do fazendo o maio barulho com as unhas rsrs.

Iguana

Iguana

Iguana

Iguana

Iguana

Iguana

Dou comida a ela duas vezes ao dia, tenho que colocar a quantidade certa que ela vai comer porque se eu coloco muito ela come tudo de uma vez e fica com a barriga enorme e dura rsrs ela andando com o barrigão é muito engraçado, acho muito bonito.

Um mês depois que comprei minha iguana, meu primo e eu fomos leva-los no veterinário pra sabermos se estava tudo bem com elas e tal, Green ( iguana do meu primo) não comia direito, então a veterinária aplicou uma injeção de vitaminas nela. Eu estava doido pra saber o sexo do meu, sempre achei que o meu era macho e a do meu primo fêmea, por isso que coloquei o nome da minha de SMART e meu primo colocou a dele de GREEN, mas eles ainda eram muito filhotes pra saber o sexo, a veterinária disse que tinhamos de esperar mais um tempo. Mês passado, os levei no veterinário pra realmente saber o sexo deles rsrs adivinha? o meu é fêmea e do meu primo macho, de O Smart virou A Smart e de A Green virou O Green rsrs, o que importa é que eles estão com a coloração adequada, estão bem verdinhos e em excelente estado de saúde 🙂 .

No ano passado, a senhora que mora aqui em casa, acordou de madrugada pra ir ao banheiro e sente um cheiro de queimado, daí ela bate na porta do meu quarto, eu acordo assustado e ela dizendo:

_Alan, a casa da Smart tá pegando fogo. ( essa época ela dormia no terrário ainda)
Eu levantei num só pulo, quando chego lá a Smart no meio daquela fumaça, tadinha, molinha..
A lâmpada de aquecimento ficava em um mini abajur dentro do terrário, daí ela subiu e o abajur virou, assim ficou aquecendo os galhos de árvore que lá estavam, começou a arder e daí a fumaça. A Smart ficou com aquele cheiro de queimado preguinado na pele durante 2 semanas e ainda não queria comer, eu abria a boca dela forçada para introduzir alimento, foi horrível.
As iguanas em geral adoram carinho, principalmente na cabeça, ela fecha os olhos quando começo a acaricia-la.
Tenho que cortar as pontas das unhas dela de 2 em 2 semanas senão fica quase que impossível pega-la, machuca muito a gente, meu braço tá cheio de marcas rs.
Ela adora ficar no ombro, quando vem visitas aqui em casa, todos querem pegar, tirar fotos, mas tem que ser tudo tranquilo, se ficar com apavoramento o animal vai ficar estressado e não vai parar quieto.

Sempre que vou passear com ela na rua, coloco uma coleirinha próprio pra iguana para evitar que ela pula e acontece algum acidente.

Na hora do banho encho um pouco a banheira com água morna e a deixo lá nadando, ela até mergulha um pouco e usa a calda para se movimentar, é bem ágil na água.

Iguana

Iguana

Eu, Alan Rodrigues Costa concordo que a BEAnimal utilize minhas fotos para divulgação do artigo que participei para divulgação de bem-estar animal e aproximação dos animais com os seres humanos.”

 

ENGLISH VERSION FOR ENGLISH SPEAKERS

Surfing online I found a boy who has this incredible relationship with his pet. Instinctively he realized that eve reptiles can share a relation with a person, they like to be petted and caressed when raised well. I asked him to write us an article so we could share his experiences with you, BEAnimal followers.

The animal welfare of these pets living with humans must be priority in the relation. Here is Alan´s report:

My name is Alan Rodrigues Costa, I´m 24 years old, from Governador valadares- MG Brazil, I live in Lisbon-Portugal for 4 years and 5 months,

I´ll talk about living with an iguana, his name is Smart and my cousin´s is Green.

June 2011, my cousin (Júnio Nunes) had an baby iguana as bday gift, it had only 3 months, I loved it and by the next day I bought one for me at the same store and by the same age. My friend´s brother has a couple of iguanas and gave me lots of tips to raise the animals well: how to feed, to manage, does and don´ts with an Iguana.

It was a baby, I didn´t know if it would interact with me, it was fearful and angry. Day after day it was growing bigger and becoming more tamed, “getting used to us”.

The day I bought it, I was really worried cause I didn´t see it eat and also I knew she was thinking the new house really different. Both iguanas remained together in small place we built for them, while they were growing mine had a domination behavior over the territory and I had to split them, I bought a big terrarium, put some trees´branchs small swimming pool and on the ground I put some coconut fibers, natural, organic for terrariums. As Portugal is cold weather I put a couple of lights to keep them warm.

By now my iguana is already 2 years old, she is big, beautiful and the most important thing, he is healthy. He has a huge terrarium. He spend most of the day in my bedroom with me, I leave the heater on, he loves to be inside of the closet, can´t see the open door and goes inside. He made his terrarium as a toillet, I put him there, he poops and after that keeps knocking the door to get out and come with me.

I feed him twice a day, I must put the right amount cause she eats too much and stays with a huge belly walking around, I think it is funny and beautiful.

After one month together with the babies, my cousin and I went to the vet to check their sexes and health status, his iguana wasn´t eating properly. The vet injected some vitamins and said we should wait a little longer to know their sexes, they were too small to be sure. Well, time went by and now we know, my iguana is a Male (and i thought it was a female) and my cousin´s is a male (and he thought it was a female)… but again, what really matters is their health status which is excellent.

Last month the lady living with us woke me up in the middle of the night and said there was a burning smell coming out of the place the iguanas sleep:

Alan, Smart´s house is on fire (by this time she would still sleep at his terrarium)

I jumped out of the bed and when I got there Smart was in the middle of the smoke, almost fainting down.. The heater lamp was in a place not very secure and fell over the tree´s branchs I put there, everything was burning after a while, Smart was smelling like fog for a long time, and he didn´t want to eat, I had to open his mouth and put the food inside, it was sad and terrible.

In general, iguanas love to be petted, even more if it is on their heads, they close their eyes when I start petting them. I am supposed to cut their nails every 2 weeks, otherwise it becomes impossible to handle them, hurts a lot and my arms are full of scars because of it. Smart loves to be on the shoulders, when we have visitors in our home everybody wants to take pictures, but the process must be very calm, if people gets nervous Smart doens´t like it and stress out and doesn´t stop moving.

I always go to walks with Him on the streets, put a special harness for iguanas to avoid accidents if he jumps.

Shower time I fill the bathtub with warm water and put him there swimming, he even dive and uses his tail to swim, he is quite agile in the water.

I approve this history to be published at BEAnimal web site as a way to show people how to get closer to their own animals.

Veterinário de Animais Silvestres/ Wild Animal Vet

Uma profissão que muitos almejam e poucos conseguem se manter nela: Veterinário de animais silvestres. Considerando a pequena quantidade de zoológicos que existem no mundo e a grande demanda de veterinários que se formam com esse sonho fica claro que o veterinário tem que lutar muito para conseguir o seu lugar. O que o estudante pode ter em mente é que além dos zoológicos eles também podem galgar o seu lugar no mercado de trabalho por outros lados. A experiência com animais silvestres pode ser usada para o tratamento de bichos de estimação diferentes. Hoje a demanda de animais silvestres como bichos de estimação cresce com a legalização de criatórios comerciais regularizados pelo IBAMA. As pessoas tendem a procurar cada vez mais especialistas em animais diferentes. Um bom veterinário atento às necessidades dos animais silvestres tidos como pet qualifica um novo mercado que se abre no Brasil. Outra vertente desse mercado, tão importante quanto os que citei acima, é o veterinário estudioso, o que se enfia numa universidade e vai dar aulas para qualificar outros veterinários e fazer pesquisas para melhorar o atendimento destinado aos animais silvestres. Garanta o bem-estar do seu animal escolhendo bem o seu veterinário. (wild animal vet)

Fique atento aos cursos de pós-graduação que qualificam profissionais, mas também lembrem-se que nada substitui prática de campo. Para isso você pode procurar os zoológicos, as clínicas conceituadas em atendimento aos animais silvestres e também ir nas universidades que dedicam espaço aos veterinários que tratam desses animais incríveis.

Lembre-se de que o veterinário pode não ser a pessoa mais querida dos animais que cuida, por essa razão passar tempo de qualidade com os seus clientes quando possível é uma forma amenizar essa antipatia causada por eventuais agarramentos e contenções.

Contar com um especialista em comportamento para auxiliar o tratamento de animais maiores também é uma solução viável. Nós da BEAnimal podemos treinar comportamentos com os nossos animais que facilitam a aproximação do veterinário. São chamados comportamentos veterinários voluntários.

O treino ou adestramento de animais deve sempre ser supervisionado por um profissional da área. Lembrem-se de que todo processo deve ser feito com reforço positivo! Treinar sua ave é fácil, nós podemos te ensinar. Entre em contato conosco, agende uma aula.

ENGLISH VERSION FOR ENGLISH SPEAKERS

So you wanna be a wild animal vet. This is a profession many desire, few can stay on it. Considering the small amount of zoos we have in the world and so many people wishing to be there as a vet is understandable this situation. Students need to understand they can act in other places than zoos. Today we have many people owing a wild animal as pet, and necessarily they will need a vet. The student can get the knowledge in internships in zoos, clinics dedicated to wild animal care and also with other kind of vet, the college teacher. Yes, they are devoted to teach and research better methods to treat wild animals. Make sure you are keeping your animal´s welfare with a good professional.

Remember that wild animal vet may not be the dearest person to an animal cause of husbandry procedures. So spending time with your clients when there is available time to do that is really important. Quality time with the animals can help them to be afraid of you for the rest of their lives and keep friendly with you.

Having a specialist in wild animal behavior is very helpful to. Here at BEAnimal we can train the animals to assist their own treatments with voluntarily vet behaviors trained. These behaviors will help the vet approach.

Training an animal should be followed by a professional, always use positive reinforcement ! Tranining your bird is easy, we can teach you. Get in touch with us, make an appointment for a class.

The vets we trust / os Veterinários que confiamos:

Rio de Janeiro
Dra. Eliane Jessula
Dr. Jeferson Pires
Dr. Ricardo Romero
Dr. Renan Cevarolli
Dr. Christiana Rieken

São Paulo
Dra. Alice Völker

Santos
Dra. Rosana Rodrigues

Algarve PORTUGAL

Dra. Daina Cardoso

  • RSS
  • Newsletter
  • Twitter
  • Facebook
  • Flickr
  • YouTube