Arquivo da tag animal treinado

Condicionamento Animal, Você usa essa Expressão Sabiamente? / Animal Conditioning, do you use this expression wisely?

O termo “condicionamento animal” está sendo cada dia mais usado. Pessoas das mais variadas profissões que lidam com animais usam a expressão. O público leigo também aproveita a moda e fala sobre seus animais serem condicionados.

E apesar de muitos encherem o peito para dizer que seus “Animais são Condicionados”, o termo é normalmente usado de forma errada! E você usa da maneira correta? Tudo no mundo pode ser condicionado. A partir da definição: vtd 1 Pôr condições a, tornar dependente de condição. 2Pôr em condição apropriada ou desejada. (michaelis dicionário). Ar condicionado a ser gelado, cabelo condicionado para ficar no lugar…

 Logo, um animal que não é treinado pode ser ou estar condicionado à alguma nova situação. A expressão mais fácil e correta seria: “esse animal é treinado” ou “meu animal é treinado” para expressar um processo em que o animal foi ensinado fazer algo.  (veja aqui o que é treinar um animal).

Condicionamento Animal, Você usa essa Expressão Sabiamente? / Animal Conditioning, do you use this expression wisely?

Condicionamento Animal, Você usa essa Expressão Sabiamente? / Animal Conditioning, do you use this expression wisely?

ENGLISH VERSION FOR ENGLISH SPEAKERS

Everyday people uses more and more the expression “this animal is conditionated”. But according to the word´s deffinition, anything can be conditioned, even air (airco).

 There are different conditioning types, if you are an expert  in animal behavior you probably can use it propperly. If you are jut a curious person, using “animal training” it´s just much easier to make it right.

People speak out loud to talk about how their “animals are conditioned”! But do you use it propperly? Watch the video and figure it out.

 

Instinto X Aprendizagem, Raças de Cães Agressivos e Crianças / Instinct x Learning, Agressive Dog Breeds and Children

Instinto X Aprendizagem, Raças de Cães Agressivos e Crianças / Instinct x Learning, Agressive Dog Breeds and Children

Há uma enorme luta entre os amantes de animais e outros seres humanos que não gostam tanto deles quando o assunto diz respeito a agressão de uma determinada raça de cão para com as pessoas. Algumas raças são mais conhecidas pelo seu carinho, outras por suas habilidades de caça e outras ainda por episódios de agressão territorial ou por serem cães de briga. Isso não significa que cada uma de todas raças que conhecemos ou mesmo um certo indivíduo não possa aprender ou desenvolver todas estas tendências.

Sendo um defensor dos animais e pesquisador de comportamento fico sempre muito interessado em ver como as capacidades de aprendizagem podem substituir instintos. Sou muito requisitado para ajudar as famílias com seus poodles agressivos ou yorkshires que acabam ficando muito bravos. Estes são animais conhecidos por excelentes raças de cães companheiro, no entanto, eles se tornam animais furiosos quando, sem querer, suas famílias humanas os ensiná a agir assim (mesmo que sem querer).

Um grande amigo tem um pit bull e ambos (humano e cão) compartilham gentileza, cuidado com os que estão por perto deles e tem uma facilidade de serem amigos de desconhecidos fora do comum, são dois seres muito tranquilos de ser lidar.

E meu outro amigo é dono de um rottweiler fêmea, ela odeia quando alguém agarra as patas dianteiras dela, e mesmo que o seu conselho de manter distância das suas mãos seja um rosnado forte, ela respeita alguém que, eventualmente, tenta acariciá-la lá. E este mesmo cão adora brincar com as crianças, eu tive a chance de gravar essas imagens bonitas.

Instinto X Aprendizagem, Raças de Cães Agressivos e Crianças / Instinct x Learning, Agressive Dog Breeds and Children

Instinto X Aprendizagem, Raças de Cães Agressivos e Crianças / Instinct x Learning, Agressive Dog Breeds and Children

Então, eu fico pensando como a evolução fez os seres vivos tão especiais, dando-nos todas as chances de colocar nossos instintos animais de lado e aprender outros comportamentos possíveis com o ambiente em que estamos inseridos. Está em nossas mãos criar cães e crianças emocional e mentalmente equilibradas, é apenas uma questão de tempo e investimento em educação.

ENGLISH VERSION FOR ENGLISH SPEAKERS

There is a huge struggle between animal lovers and other human beings when the issue concerns aggression from a certain dog’s breed toward people. Some breeds are better known by their affection, some by their hunting skills and others by territorial or fighting aggression episodes. That doesn’t mean every breed or individual dog can’t learn or develop all these tendencies.

Being an animal defensor and behavioral researcher I’m very interested when I can see how learning capabilities can overwrite instincts. I’m very used to help families with their aggressive poodles or yorkshires. These are animals known by terrific companion dog breeds but nevertheless they become furious beasts when, unwillingly, their human families teach them to act like that.

A very good friend of mine has a pit bull and both of them (human and dog) share a lot with the world they are kind, gentle and easy going.

And my other friend owns a female rottweiler, she hates when someone grabs her front paws, and even though her advice to keep away is a rough growling she respects anyone who eventually pets her there. And this very same dog loves playing with children as I had the chance to record these beautiful images.

Instinto X Aprendizagem, Raças de Cães Agressivos e Crianças / Instinct x Learning, Agressive Dog Breeds and Children

Instinto X Aprendizagem, Raças de Cães Agressivos e Crianças / Instinct x Learning, Agressive Dog Breeds and Children

So I keep thinking how evolution made live beings so special by giving us all the chances to put our animal instincts aside and learn other possible behaviors with the environment we are settled in. It is in our hands to raise dogs and kids emotional and mentally balanced, it’s just a matter of time and education investment.

Instinto X Aprendizagem, Raças de Cães Agressivos e Crianças / Instinct x Learning, Agressive Dog Breeds and Children

Instinto X Aprendizagem, Raças de Cães Agressivos e Crianças / Instinct x Learning, Agressive Dog Breeds and Children

BEAnimal, a Primeira Empresa Brasileira Inscrita na Associação Internacional de Treinadores de Aves e Educadores / BEAnimal at IAATE

Agora é oficial! Estamos orgulhosos em publicar que somos a primeira empresa no Brasil a ser aceita na Associação Internacional de Treinadores de Aves e Educadores (I.A.A.T.E). Depois de 10 anos no Brasil trabalhando com aves, ensinando tantas pessoas conviverem em paz com suas famílias multi-específicas, fazendo nossas apresentações didáticas para as crianças em eventos com nossos animais silvestres tão bem treinados, administrando o nosso site e mídias sociais divulgando o bem-estar animal, sempre ensinando as pessoas de todas as idades como serem gentis com os animais, agora nós estamos ainda mais profissionais!

BEAnimal na Associação Internacional de Treinadores de Aves e Educadores / Beanimal At IAATE

BEAnimal na Associação Internacional de Treinadores de Aves e Educadores / Beanimal At IAATE

ENGLISH VERSION FOR ENGLISH SPEAKERS

Pretendemos ser ainda mais participativos no nicho dos profissionais atuantes com treinamento e manejo de aves. Esse post foi feito para agradecer os membros da I.A.A.T.E por reconhecerem o valor da BEAnimal aceitando nosso pedido para a inscrição como membros profissionais.

Now it is official! We are proud to say we are the very first company in Brazil to be accepeted at the International Association of Avian Trainers and Educators (I.A.A.T.E). After 10 years in Brazil working with bird training, teaching so many people to get allong with their multi-specific flock, working with our didatic presentations with our wild animals for children in events, running our website and social medias full of interesting informations about bird and other animals care, always spreading the word about animal welfare, always teaching people of all ages being kind with animals, now we are even more professionals. We intent to be more participative with our technics and experience in the field of avian training and husbandry. This post was made to thank I.A.A.T.E members for recognizing BEAnimal´s value and accepting our request as a professional team.

Crianças, Animais e Educação Ambiental na Festa Infantil da Nina

Trabalhar com eventos me da a oportunidade de interagir com todo tipo de pais, mães e responsáveis das crianças. São muitas experiências que eu passo durante a pré-venda, venda e pós venda dos nossos serviços. Algumas bem assustadoras com pessoas que não entendem nosso objetivo de trabalhar com nossos animais única e exclusivamente com o intuito de praticar a educação ambiental em eventos mas existem outras experiências fantásticas como eu tive com a família da Nina.

A Larissa, mãe dedicada, me ligou para conversar a respeito das nossas apresentações e estava preocupada com o bem-estar da nossa equipe animal desde o “alo” que trocamos no telefone. Contou a história da Nina, como ela era apaixonada por animais e como estava se encantando por insetos, e o que me deixou mais feliz foi saber que nosso site era fonte de inspiração para a aniversariante! “Yuri, a faixa etária das crianças é de 10 anos e a Nina quer que a apresentação seja educacional, não queremos um show!” disse ela ao telefone preocupada com os animais o tempo todo. Praticamente pulei de alegria ao ver que estava lidando com gente do bem e que entendeu nossa proposta educacional.

Pouco conseguimos conversar durante a semana pois tivemos um acidente na frente do nosso sítio e ficamos sem internet, energia elétrica e telefone durante 7 dias. Mas mesmo de última hora conseguimos acertar todos os detalhes para que a apresentação fosse inesquecível para os convidados da família naquele dia 03/12/2013.

Mais uma vez fizemos a festa na casa de festas Na Moitta, lugar que eu sou apaixonado, com aquela proposta construtivista, buffet próprio e com opções para nós que somos vegetarianos… Tudo pronto e estávamos em cena… Por quarenta e cinco minutos as crianças e os adultos ficaram sentados bem na nossa frente, interagiram comigo dando as respostas que eu pedia, praticando os exercícios de empatia que eu propunha… Platéia linda e agradável, indescritível a sensação de trabalhar com gente tão boa!

Depois da apresentação fizemos uma hora de fotos com os convidados, as araras super tranquilas e participando daquele momento acabaram conquistando alguns corações lá… Até proposta de levarem o Rui pra casa eu tive… massssssss, família a gente não se separa e ele voltou comigo pra BEAnimal pra continuar o trabalho de sensibilização das pessoas quanto a causa do bem-estar dos animais mantidos com famílias humanas.

Aqui estão as fotografias dos convidados e da família linda que estivemos juntos nesse dia 03 de novembro.

DSC_3704

DSC_3706-3

DSC_3709

DSC_3711-4

DSC_3712

DSC_3714-4

DSC_3716-3

DSC_3719

DSC_3720

DSC_3723-3

 DSC_3703

DSC_3732-3

DSC_3692-3

DSC_3757-4

DSC_3758-3

DSC_3760-3

DSC_3761-3

DSC_3765-3

DSC_3670-4

DSC_3671-4

DSC_3672-4

DSC_3673-4

DSC_3676-4

DSC_3678-2

DSC_3680-2

DSC_3683-2

DSC_3684-4

DSC_3686-4

DSC_3689-4

DSC_3690-4

DSC_3695-4

DSC_3701-4

DSC_3702

DSC_3730-4

DSC_3733-4

DSC_3735

DSC_3736-3

DSC_3738-4

DSC_3740-3

DSC_3743-3

DSC_3746-3

DSC_3748-3

DSC_3751-3

DSC_3752-4

DSC_3753-3

Educação Ambiental Com Animais No Lar de São Cristóvão RJ

Meses atrás fiz uma campanha como “crowd funding” para conseguirmos levar nossos animais para pessoas com necessidades especiais visuais. Mandei alguns emails, fiz alguns contatos e não consegui achar um grupo que pudesse nos receber. Como algumas doações já tinham sido feitas, optei por dar continuidade no projeto para um outro grupo também com necessidades especiais só que mais direcionado às neuropatias. Fizemos uma apresentação didática dando segmento às comemorações do dia das crianças. Notei algo que me emocionou muito durante o dia: “A Educação Ambiental com os Animais da BEAnimal atinge o seu objetivo em qualquer lugar, com pessoas de todas as idades, classes sociais e que estejam dentro ou fora do padrão de normalidade”. Nesse dia 16 de Outubro de 2013 estivemos no Lar de São Cristóvão RJ com as crianças num evento maravilhoso organizado para a comemoração do dia das crianças.

Uma das famílias mais queridas que acompanha o meu trabalho e minha vida pessoal aqui do Rio de Janeiro estava presente e todos nos ajudaram a fazer uma linda apresentação para as crianças com nossos animais.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

O Breno me liga meia hora do horário combinado: “Tio Yuri, você já está chegando? Está tudo certo pra você vir né?”, organizador de eventos natural!

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Equipe de coração, crianças lindas e super bem educadas, muito orgulho deles

Enquanto eu levava nosso cenário desmontado nas costas a Yasmim me pergunta: “Tio Yuri, o Breno quer te perguntar uma coisa, ele quer ser o seu ajudante na apresentação”.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Breno e Isabel fazendo um social nos bastidores

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Yasmim uniformizada pronta para ajudar

E o mais legal foi ver os sobrinhos de coração, o Breno e a Yasmim super empolgados, carregando os animais para cima e para baixo comigo, montando cenário, auxiliando durante a apresentação… Crianças trabalhando para que a festa fosse ainda mais especial para os amigos assistidos pela casa.

Fui apresentado com tanto carinho pelos organizadores do evento que chegou a dar nó na garganta. O reconhecimento do trabalho de fazer educação ambiental é algo que me emociona muito. Não tive como não abraçar todo mundo mesmo antes de começar nossa apresentação didática.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

.

A apresentação foi linda. Enquanto nossos animais voavam livremente sobre a plateia, nós falávamos de bem-estar animal e valores familiares, carinho, necessidades de cada uma das espécies dos animais que apareciam.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Bil, Jandaia Verdadeira voa livremente sobre a plateia

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Bil, jandaia verdadeira voa livremente sobre a plateia

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

A Bubu mostrando o tamanho das suas lindas asas

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Foi lindo ver todos os sorrisos das pessoas, o encantamento brilhando nos olhos de todos, a felicidade de estar ali a frente falando para essa plateia é idescritível.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Foi maravilhoso ver essas crianças tão próximas aos animais, respeitando o limite deles, controlando a vontade de tocá-los mesmo estando ao alcance das mãos de todos.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

E após a mensagem de carinho, respeito, amizade ter sido passada pelos nossos embaixadores do reino animal, os animais da BEAnimal, foi a vez de receber o carinho daquelas crianças que passaram 45 min. nos acomapanhando. Nunca ganhei tantos abraços sorridentes, carinho no rosto e demonstrações de afeto que variaram desde um olhar confidente até uma chacoalhada de mão acompanhada de um sorriso.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

“Tio, quero uma foto no colo, e cadê o Leão?” O colo eu pude oferecer, o leão eu tive que negociar com ele! 🙂

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Agradecimentos especiais para a equipe de voluntários que participaram da montagem e apresentação desse evento

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

Educação Ambiental no Lar de São Cristóvão RJ.

E agradecimentos maiores ainda a vocês que fizeram a doação para nosso primeiro crowd funding e possibilitaram a realização desse projeto lindo ter acontecido.

Muito, MUITO obrigado

Yuri Domeniconi

Nivea Stelmann, Mario Frias, Ju Camatti Frias, Miguel e Laurinha: Família Querida Com Nossos Animais

Em 2010, mais precisamente dia 14 de setembro, conheci uma família muito especial. A Nívea, o Mário, a Ju e o Miguel. O garoto ainda tinha 6 anos e já era um exemplo de educação conosco e o carinho que ele teve com nossos animais foi impagável. Durante esses três anos trocamos alguns tweets, curtidas de fotos no instagram principalmente da Laurinha agarrando os bichos, ficamos indignados com animais abandonados pelo facebook e mantivemos um contato virtual bastante direcionado para o carinho que todos nós temos pelos animais. (Nívea Stelmann, Mario Frias, Ju Camatti Frias, Miguel e Laurinha Família Querida Com Nossos Animais)

No dia 11 de setembro desse ano, 2013 nós nos reencontramos todos para fazer uma surpresa para o Miguel. Nossa nova apresentação didática com nossos animais no aniversário dele! Em um encontro de última hora quando fui dar os parabéns pela gravidez anunciada da Nívea, decidimos que nos reencontraríamos no aniversário do Miguel! Em menos de uma semana ajeitamos tudo sem ele saber da surpresa que seriam os animais na festa dele.

Nos encontramos na casa de festas “Galaxia Kids”, aqui no Recreio dos Bandeirantes, Rj, combinamos quem ia fazer as participações na nossa apresentação, e quando encontrei o Miguel o olho dele brilhou e: “Tio, vai ter bichos no meu aniversário?”,  “Vai sim Miguel, você não lembra de mim, mas nos encontramos faz algum tempo no seu aniversário, tivemos alguns animais bem diferentes aqui”, “Tio, como eu não lembro de você? Tá maluco? Eu te dei um trabalhão, agarrei a jibóia e fiquei correndo pelo salão a festa inteira” … Eu realmente fico impressionado com a memória dessas crianças.

Enquanto fazíamos a apresentação o Miguel me ajudou a mostrar os animais para os amiguinhos e ficou o tempo todo me auxiliando manter as crianças calmas. Enquanto ele não estava comigo passou a apresentação cuidando da irmã mais nova, a Laurinha… e quando eu achava que esse garoto não me surpreenderia mais, no final da apresentação ele chegou do meu lado e falou baixinho: “Tio, eu sei que todo mundo não pode mexer nos animais, mas tá vendo aquele meu amigo cadeirante? Será que você podia levar a galinha pra ele colocar no colo?” … Lágrima no olho, nó na garganta… De onde veio tanta sensibilidade? Alguém me explica? Combinamos de levar os animais pro amigo dele conhecer, mas infelizmente o garoto foi embora antes.

Cheio de surpresas o Miguel ainda pegou o microfone e cantou bastante seguro pros convidados… Filho de artistas… artista já é…

Essa foi um pouco da história do aniversário do Miguel, filho educadíssimo e querido da Nívea Stelmann e do Mario Frias, enteado da Ju Frias e irmão da Laurinha 🙂  família mais que querida e linda que eu tive a felicidade de compartilhar dois momentos tão especiais.

Ah, quase esqueci! Como nós estamos mudando toda nossa estrutura de apresentação, pedi para a Dani Prates do Fazendo Poste – Fotografia Infantil fazer o nosso portifólio do novo palco e algumas fotos minhas para material de divulgação. Aí ela me surpreende com esses clicks maravilhosos da família…

Peter Pan e os Animais no Aniversário do Patrick / A young artist playing Peter Pan with BEAnimal´s animals

Há sempre uma ansiedade quando as mães me chamam para falar sobre a festa de aniversário de seus filhos. Querem que seja mágico, especial e inesquecível. Elas querem o melhor para seus filhos, querem se divertirtam. Quando eu falei com Nicole ela foi super agradável ao telefone, me contou sobre seu filho, Patrick, o quanto ele amava os animais e como os convidados eram especiais para ela. Queria, acima de tudo, dar-lhes toda a oportunidade de viver uma aventura que duraria para sempre em suas mentes, a festa seria com o tema Peter Pan e a decoração seria muito especial. Ela só esqueceu de me dizer que o Patrick, este pequeno, bonito e cativante menino era também um artista …o aniversariante artista!

Nossa equipe estava lá desde o início da festa com os animais recebendo os convidados, tirarando fotos e imprimindo. Por causa de um engarrafamento tivemos um atraso no horário que os convidados estavam chegando. As pessoas passavam pelas portas e nem sequer nos notavam lá nem os animais chamaram atenção porque estavam tão focados em encontrar Patrick e cumprimentá-lo. É incrível como uma criança pode ser, obviamente, especial para seus parentes e amigos. Tivemos que chamar os convidados para tirar nossas fotos com os animais na mesa, foi quando eu percebi que seria um evento realmente diferente e especial para nós.

E, de repente, foi a hora do show. Como Nicole me pediu eu preparei uma nova apresentação didática com os animais para o Patrick. Eu imprimi o nosso palco com uma floresta em 3D, preparei novos poleiros para os animais voarem e ficarem, compus um roteiro e falas para os personagens e ensaiamos por duas semanas. A peça era sobre um pirata à procura de Peter Pan, e pelos 45 min os animais  iriam ajudar o pirata encontrar o Peter pan, cada um com sua característica especial de sentir cheiro, ou voar…

Assim, o primeiro minuto, a primeira fala seria: “Hum, eu posso ver os meninos perdidos, mas onde estará o Peter Pan?” e então, quando eu disse isso, Patrick, com sua bela fantasia Peter Pan, se levanta, coloca suas mãos na cintura como Peter diz claramente: “Eu estou aqui de pirata, e eu estou desafiando você”, então ele vem para o palco voluntariamente e me desafia com os olhos fazendo círculos em minha volta… A única coisa que passou pela minha cabeça foi: “Meu Deus, agora eu sou o pirata perdido, o que eu vou fazer?” Então eu entrei no jogo dele e dividiu o palco por um tempo. Eu disse que “por um tempo” porque ele pegou meu microfone e decidiu que era o apresentador dos animais da festa de aniversário dele. Eu falava nos ouvidos dele as  informações sobre os animais que eu estava segurando e ele, quase profissionalmente no microfone, repetia tudo. Também entrevistava os convidados com o microfone. Estava sendo o aniversariante artista. Ok, não havia nenhum apresentação didática com animais para as crianças da forma que eu tinha planejado, contudo, foi tão bonito vê-lo realmente se divertindo em seu aniversário, eu decidi  fazer tudo do jeito que ele queria, afinal o aniversário era dele.

Então … foi uma grande aventura, como o próprio Peter Pan se atreve a dizer: “. viver é uma aventura terrivelmente grande”

ENGLISH VERSION FOR ENGLISH SPEAKERS

There is always an anxiety when mothers call me to talk about their kids´ birthday parties. They want it to be magical, special and unforgettable. They want the best for their kids, and they want them having fun. When I first talked with Nicole she was super nice on the telefone. She told me about her son, Patrick, how much he loved animals and how special her guests were. She wanted to give them all the opportunity to live an adventure that would last forever in their minds. She only forgot to tell me Patrick, this little, cute and captivating boy was an artist…

Our team were there from the beggining of the party with the animals hosting the guests, taking pictures and printing it. Because of a traffic jam we had a delay at the party timing, people came through the doors and didn´t even notice us there, they seemed so focused in finding Patrick and greeting him. It is amazing how a kid can be , obviously, special to their relatives and friends. We had to chase the guests to take our pictures with the animals, it was an event really different and special for us.

And then suddenly it was show time. As Nicole asked me I prepared a whole new show for Patrick. I printed our stage with a 3D forest, prepared new poles for the animals to stay,

made up lines for the caracters and rehearsed it for two weeks. The play were about a pirate looking for Peter Pan, and trhough 45 min the animals would help the pirate find him. So, the first minute, first line was: “Hum, I can see the lost boys, but where is Peter Pan?” and then when I said it, Patrick, with his beautiful Peter Pan out fit, stands up, puts his his hands on his hips like Peter would and say: “I am here pirate, and I am daring you” then he comes voluntarelly to the stage and defies me with his eyes making circles… The only thing in my mind was: “oh boy, now I am the lost pirate, what am I going to do?” So I came into his play and we shared the stage for a while. I said for a while because he took my microfone and decided he was the bird show presenter. And while I gave him his lines talking in his ears informations about the animals he was repiting it almost professionally on the microfone, also interviewing the guests and being the lille artist at his birthday. Ok, there was no animal show at all, it was so beautiful to see him really having fun at his birthday, so I decided to play by ear and make everything the way he decided.

So… that was quite an adventure, as Peter Pan himself would dare to say: “to live is an awfully big adventure.”

Convivendo bem com uma Iguana/ Living in harmony with an Iguana

Nas minhas andanças pelo universo virtual achei um garoto que tem um ótimo relacionamento com seu animal de estimação. Instintivamente ele entendeu que mesmo os répteis podem ter uma relação de carinho quando criados da forma correta. Pedi para que ele fizesse um texto para que pudessemos compartilhar com nossos amigos e seguidores aqui da BEAnimal.

O bem-estar animal dos animais que convivem com os seres humanos deve ser prioridade na relação.

Aqui está o relato do Alan:

“Me chamo Alan Rodrigues Costa, 24 anos, sou de Governador Valadares-MG mas vivo em Lisboa-Portugal já há 4 anos e 5 meses.
Vou falar do convívio com minha iguana.
O nome da minha iguana é Smart e a do meu primo é Green.

Em Junho de 2011, meu primo (Júnio Nunes) ganhou de presente de aniversário uma iguana filhote, com apenas 3 meses de vida, adorei a iguana e no outro dia eu comprei uma pra mim 🙂 (na mesma loja e com a mesma idade).
O irmão de uma amiga minha tem um casal de iguanas, daí ele passou muitas dicas de como cuidar dela, tipo: comida, habitat, o que pode, o que não pode.

Iguana

Iguana

Como ainda era filhote, não sabia se iria interagir comigo, pois era arisca.Os dias foram passando e eles foram crescendo e ficando mais calmos “acostumando com a gente”.

Iguana

Iguana

Iguana

Iguana

No dia que comprei, fiquei muito preocupado por que eu não conseguia vê-la comendo e também sabendo que ela estava estranhando a nova “casa”. A minha iguana ficava junta com a do meu primo em um terrário não muito grande, eles rescendo e o meu “dominou território”, tive que separa-los, comprei um terrário grande pra ela e enfeitei com galhos de árvore, piscininha e como forro eu coloco fibra de côco, natural, orgânico para terrário. Como Portugal prevalece o frio, dentro do terrário tenho 2 lâmpadas, uma para o bem estar e a outra para aquecer.

Iguana

Iguana

Iguana

Iguana

Agora, minha Iguana já tem 2 anos de vida, está grande, bonita e o mais importante, sadia. Tem um terrário enorme que mandei fazer. Fica a maior parte comigo no meu quarto (deixo o aquecedor ligado), ela adora ficar dentro do guarda roupa, não pode ver a porta aberta que já entra. Agora ela fez o seu terrário de banheiro, a coloco lá, depois de alguns minutos ela faz as necessidades e já fica logo querendo sair, batendo as mãozinhas na porta do fazendo o maio barulho com as unhas rsrs.

Iguana

Iguana

Iguana

Iguana

Iguana

Iguana

Dou comida a ela duas vezes ao dia, tenho que colocar a quantidade certa que ela vai comer porque se eu coloco muito ela come tudo de uma vez e fica com a barriga enorme e dura rsrs ela andando com o barrigão é muito engraçado, acho muito bonito.

Um mês depois que comprei minha iguana, meu primo e eu fomos leva-los no veterinário pra sabermos se estava tudo bem com elas e tal, Green ( iguana do meu primo) não comia direito, então a veterinária aplicou uma injeção de vitaminas nela. Eu estava doido pra saber o sexo do meu, sempre achei que o meu era macho e a do meu primo fêmea, por isso que coloquei o nome da minha de SMART e meu primo colocou a dele de GREEN, mas eles ainda eram muito filhotes pra saber o sexo, a veterinária disse que tinhamos de esperar mais um tempo. Mês passado, os levei no veterinário pra realmente saber o sexo deles rsrs adivinha? o meu é fêmea e do meu primo macho, de O Smart virou A Smart e de A Green virou O Green rsrs, o que importa é que eles estão com a coloração adequada, estão bem verdinhos e em excelente estado de saúde 🙂 .

No ano passado, a senhora que mora aqui em casa, acordou de madrugada pra ir ao banheiro e sente um cheiro de queimado, daí ela bate na porta do meu quarto, eu acordo assustado e ela dizendo:

_Alan, a casa da Smart tá pegando fogo. ( essa época ela dormia no terrário ainda)
Eu levantei num só pulo, quando chego lá a Smart no meio daquela fumaça, tadinha, molinha..
A lâmpada de aquecimento ficava em um mini abajur dentro do terrário, daí ela subiu e o abajur virou, assim ficou aquecendo os galhos de árvore que lá estavam, começou a arder e daí a fumaça. A Smart ficou com aquele cheiro de queimado preguinado na pele durante 2 semanas e ainda não queria comer, eu abria a boca dela forçada para introduzir alimento, foi horrível.
As iguanas em geral adoram carinho, principalmente na cabeça, ela fecha os olhos quando começo a acaricia-la.
Tenho que cortar as pontas das unhas dela de 2 em 2 semanas senão fica quase que impossível pega-la, machuca muito a gente, meu braço tá cheio de marcas rs.
Ela adora ficar no ombro, quando vem visitas aqui em casa, todos querem pegar, tirar fotos, mas tem que ser tudo tranquilo, se ficar com apavoramento o animal vai ficar estressado e não vai parar quieto.

Sempre que vou passear com ela na rua, coloco uma coleirinha próprio pra iguana para evitar que ela pula e acontece algum acidente.

Na hora do banho encho um pouco a banheira com água morna e a deixo lá nadando, ela até mergulha um pouco e usa a calda para se movimentar, é bem ágil na água.

Iguana

Iguana

Eu, Alan Rodrigues Costa concordo que a BEAnimal utilize minhas fotos para divulgação do artigo que participei para divulgação de bem-estar animal e aproximação dos animais com os seres humanos.”

 

ENGLISH VERSION FOR ENGLISH SPEAKERS

Surfing online I found a boy who has this incredible relationship with his pet. Instinctively he realized that eve reptiles can share a relation with a person, they like to be petted and caressed when raised well. I asked him to write us an article so we could share his experiences with you, BEAnimal followers.

The animal welfare of these pets living with humans must be priority in the relation. Here is Alan´s report:

My name is Alan Rodrigues Costa, I´m 24 years old, from Governador valadares- MG Brazil, I live in Lisbon-Portugal for 4 years and 5 months,

I´ll talk about living with an iguana, his name is Smart and my cousin´s is Green.

June 2011, my cousin (Júnio Nunes) had an baby iguana as bday gift, it had only 3 months, I loved it and by the next day I bought one for me at the same store and by the same age. My friend´s brother has a couple of iguanas and gave me lots of tips to raise the animals well: how to feed, to manage, does and don´ts with an Iguana.

It was a baby, I didn´t know if it would interact with me, it was fearful and angry. Day after day it was growing bigger and becoming more tamed, “getting used to us”.

The day I bought it, I was really worried cause I didn´t see it eat and also I knew she was thinking the new house really different. Both iguanas remained together in small place we built for them, while they were growing mine had a domination behavior over the territory and I had to split them, I bought a big terrarium, put some trees´branchs small swimming pool and on the ground I put some coconut fibers, natural, organic for terrariums. As Portugal is cold weather I put a couple of lights to keep them warm.

By now my iguana is already 2 years old, she is big, beautiful and the most important thing, he is healthy. He has a huge terrarium. He spend most of the day in my bedroom with me, I leave the heater on, he loves to be inside of the closet, can´t see the open door and goes inside. He made his terrarium as a toillet, I put him there, he poops and after that keeps knocking the door to get out and come with me.

I feed him twice a day, I must put the right amount cause she eats too much and stays with a huge belly walking around, I think it is funny and beautiful.

After one month together with the babies, my cousin and I went to the vet to check their sexes and health status, his iguana wasn´t eating properly. The vet injected some vitamins and said we should wait a little longer to know their sexes, they were too small to be sure. Well, time went by and now we know, my iguana is a Male (and i thought it was a female) and my cousin´s is a male (and he thought it was a female)… but again, what really matters is their health status which is excellent.

Last month the lady living with us woke me up in the middle of the night and said there was a burning smell coming out of the place the iguanas sleep:

Alan, Smart´s house is on fire (by this time she would still sleep at his terrarium)

I jumped out of the bed and when I got there Smart was in the middle of the smoke, almost fainting down.. The heater lamp was in a place not very secure and fell over the tree´s branchs I put there, everything was burning after a while, Smart was smelling like fog for a long time, and he didn´t want to eat, I had to open his mouth and put the food inside, it was sad and terrible.

In general, iguanas love to be petted, even more if it is on their heads, they close their eyes when I start petting them. I am supposed to cut their nails every 2 weeks, otherwise it becomes impossible to handle them, hurts a lot and my arms are full of scars because of it. Smart loves to be on the shoulders, when we have visitors in our home everybody wants to take pictures, but the process must be very calm, if people gets nervous Smart doens´t like it and stress out and doesn´t stop moving.

I always go to walks with Him on the streets, put a special harness for iguanas to avoid accidents if he jumps.

Shower time I fill the bathtub with warm water and put him there swimming, he even dive and uses his tail to swim, he is quite agile in the water.

I approve this history to be published at BEAnimal web site as a way to show people how to get closer to their own animals.

Casulo Feliz e BEAnimal / Projects Together

A querida amiga Glicínia, executiva do projeto Casulo Feliz que trabalha com produção de Seda super natural e sustentável cuidando do bem-estar animal das larvas de borboletas envolvidas no processo veio nos visitar. (Casulo feliz e BEAnimal projects working together).Pouquíssimo tempo para ficarmos juntos, conversar, fazer planos para contribuir para o mundo ser um lugar melhor e ainda dar uma volta na praia.

Aí surgiu mais uma sessão de fotos com nossos animais. E descobri que o ditado “Quem meu filho agrada, a minha boca adoça” é a mais pura verdade, nada paga esse sorriso dela e o carinho que teve com todos eles.

Obrigado Glicínia. Já estamos com Saudade.

ENGLISH VERSION FOR ENGLISH SPEAKERS
My dearest friend Glicínia, one of the developers of Casulo feliz (Happy Cocoon) about giving respect and providing animal welfare to the cocoons of silk production came to see us. Few time to spend together, talk, make plans to contribute to a better world and go to the beach with the animals.

Well, another photoshooting session with our animals took place in our day. I figured out that the brazilian saying “who pleases my son, makes me happy” is completly true.

Thank you Glicínia, We already miss you.

  • RSS
  • Newsletter
  • Twitter
  • Facebook
  • Flickr
  • YouTube