Category ArchiveSeja Vegetariano

Mushrooom Garden, o Jardim de Cogumelos

Eu recebi um jardim de cogumelos como meu presente de Natal . Sim, tão louco quanto parece, uma amiga minha me deu essa caixa de papelão com alguns esporos de cogumelos no interior. Eu sempre gostei de estudar os cogumelos na faculdade. Além de animais esses outros seres vivos eram os que eu admirava a mais. Sempre ficava pensando como um ser vivo pode ser tão útil para a natureza. Tem um papel essencial na cadeia alimentar e alguns deles podem ser comidos e são até bem caros. Claro que você deve ter muito cuidado ao escolher as espécies que virarão parte da sua dieta; alguns deles podem ser outros venenosos, outros podem te deixar doidão quero dizer … louco de pedra como drogas reais! Na verdade, as pessoas mais velhas, as que viveram o Woodstock e “flower power”, isso mesmo, os hippies loucos que até fazem parte das nossas famílias eventualmente, eles podem nos dar mais detalhes sobre o efeito alucinógeno de alguns cogumelos para nós! Era muito comum tomar LSD como uma droga recreativa nos anos 70. E adivinhem: LSD é o extraído de um fungo. (Mushrooom Garden, o Jardim de Cogumelos)

Mas não, eu não estou aqui para falar sobre experiências com drogas ilícitas, estou aqui para dizer-lhes sobre este grande presente que eu recebi. Na caixa diz que você pode ter duas ou três colheitas. E é incrível ver o seu próprio alimento cultivado. Nas especificações do produtor também diz que o fungo vai crescer a partir de uma a três semanas. Não sei se foi meu Rio de Janeiro quente e o clima perfeito para o cultivo do meu fungo ou se foi meu dedo mágico, mas em 4 dias ele tinha crescido totalmente. Houve dias em que eu tive que tirar fotos duas ou três vezes para não perder o seu crescimento.

E aqui está o resultado! Gostaria muito de conhecer as pessoas que a inventaram! É um presente incrível para as crianças e para os vegetarianos, como eu.

Mushroom Garden o jardim de cogumelos shimeji

Mushroom Garden o jardim de cogumelos shimeji

ENGLISH VERSION FOR ENGLISH SPEAKERS

I received as my Christmas gift a mushroom garden. Yes, as crazy as it seems, a friend of mine gave me this paper box with some mushroom seeds inside. I always loved studying mushrooms in college. Besides animals they were the issues I admired the most. How a live being could be so useful for nature. It´s an essential part in food chain and some of them can be eaten. Of course you must be very careful about choosing the species you are gonna eat, some of them can be poisonous others can make you high, I mean… stoned like real drugs. In fact, older people, the ones who lived Woodstock and Flower Power times can give us more details about it for us; it was very common to do LSD as a recreative drug. And guess what: LSD  is extract from a fungus.

But no, I am not here to talk about drugs experiences, I am here to tell you about this great gift I received. It says you can have two or three harvests with one box. And it is amazing to see your own food growing. In the specifications also says they will grow from one to three weeks. I don´t know wether it was hot Rio de Janeiro and the perfect weather for growing my fungus or if it was my magic finger but in 4 days I had it fully grown. There were days I had to take pictures twice so I wouldn´t lose it growing.

And here is the result! I would love to know people who invented it! It is an amazing gift for children and for vegetarian ones, like me.

I´ve always loved mushrooms, in college they were the most loved issue besides animals. And now people are selling them in a garden. Sooo nice, I received it as a gift and prepared a post with them growing for you!!!
————–

 

Pimentão Recheado Vegetariano / Vegetarian Stuffed Green Pepper

Para temperar qualquer coisa gosto de usar algumas gotas de azeite para fritar a cebola eo alho, a melhor parte de cozinhar quando toda a minha cozinha cheira tão bem! 🙂 Então eu coloquei na panela 2 pequenos pedaços de couve-flor, um pouco de repolho, mesma quantidade repolho roxo e cenoura, cobri tudo e esperei até ficar macio. Tirei tudo da panela diretamente para o liquidificador e acrescentei 2 ovos, misturando tudo com 4 colheres de whey protein de soja e 2 colheres de sopa de tapioca, como ficou muito grosso para misturar no liquidificador acabei fazendo a homogenização de tudo com uma colher, coloquei os cogumelos que eu mais gosto. (Pimentão Recheado Vegetariano / Vegetarian Stuffed Green Pepper)

Enquanto isso os pimentões estavam na mesma panela eu preparei os legumes com um pouco de água, só para deixá-los mais macios.

Quando tudo estava misturado e os pimentões estavam macias eu só os recheei, coloquei uma fatia de queijo em cima e pus tudo no forno por 20 minutos. Quando o queijo estava gratinado foi a deixa para tirar do forno.

Experiência aprovada e deliciosa… fácil e rápida de preparar.

E para quem quiser rechear o pimentão para suas aves nesse link você pode aprender a fazer.

pimentão recheados vegetariano vegetarian stuffed green pepper

ENGLISH VERSION FOR ENGLISH SPEAKERS

To spice it I like to use some drops of olive oil to fry onion and garlic, the best part of cooking when all my kitchen smells so good! 🙂 Then I put in the pan 2 small pieces cauliflower, a little cabbage, same amount red cabbage and carrot, cover it all and wait untill everything is soft. From the pan directly to the blender adding 2 eggs, mixing it all with 4 spoons of soy whey protein and 2 spoons of tapioca, as it was too thick to mix in the blender I mixed with a spoon, I put mushrooms I love the most and the green pepper was ready.

Meanwhile the green peppers were in the same pan I prepared the vegetables with a little bit water, making them softer.

When everything was mixed and the green peppers were soft I just stuffed them, put a slice of cheese on top and put everything in the stove for 20 minutes. When the cheese was au gratin I could say everything was cooked inside.

Experience approved and delicious… 🙂

 and in this link you can learn how to do it for your bird

Refeitório Orgânico Restaurante Vegetariano em Botafogo / Vegan Restaurant in Rio De Janeiro

Refeitório Orgânico Restaurante Vegetariano em Botafogo / Vegan Restaurant in Rio De Janeiro

Este domingo saí para almoçar e vivi esta experiência, sim, foi uma experiência gastronômica …
É uma pequena porta em Botafogo, bairro aconchegante no Rio de Janeiro. Quando eu a vi pela primeira vez nunca diria que há algo tão bom quanto realmente é! Ao passar pelo corredor eu já podia sentir a mudança de energia, ouve-se uma música de meditação ao fundo, muito agradável e calma meditação e pelo final da passagem eu podia ver a verdadeira entrada para o restaurante. Uma fonte de água com um Buda muito bonito com pétalas de rosas flutuando, todos que estavam de uniforme estava sorrindo, e os móveis eram antigos e bonitos.

E de repente, meio que sem querer, você está envolvido em um mundo totalmente calmo dentro da loucura do Rio de Janeiro. Eles têm grandes mesas e você pode compartilhá-las com seus amigos ou fazer novas amizades sentando junto de pessoas que você não conhece. Uma das coisas mais surpreendentes deste lugar é o sorriso que as pessoas compartilham, a cordialidade e a voz baixa enquanto comem e conversam amigavelmente uns com os outros.

Outra coisa que eu também realmente gostei, foi a imagem de uma menina de dez anos de idade, vegana desde que ela nasceu segundo o cartaz e  segurando uma medalha de ouro de natação. Eu acho que ela é a filha proprietário e seus pais são realmente orgulhosos pela filha que tem… até eu fiquei orgulhoso.

O menu de sucos é muito bom, muitas combinações de muitas frutas, e as sobremesas são bonitas, infelizmente eu não consegui prová-las depois de comer tanto …

Refeitório Orgânico Restaurante Vegetariano em Botafogo / Vegan Restaurant in Rio De Janeiro

Refeitório Orgânico Restaurante Vegetariano em Botafogo / Vegan Restaurant in Rio De Janeiro

Como um menu vegan eles têm tantas opções, é quase inacreditável. Eu optei por colocar um pouco de tudo daquele buffet incrível no meu prato para que você que está lendo pudesse verificar todas as opções nas fotos … e apesar de eu colocar um “pedaço de nada” de cada opção … fui embora do restaurante a sentir-me super satisfeito.

Comida japonesa, saladas, pratos quentes, sopas … tudo para me fazer feliz da forma que o almoço de domingo pede felicidade …

Eu paguei R $ 25,00 para todo o buffet, comer tanto quanto eu poderia, se valeu a pena e se voltaria lá para repetir? TOTALMENTE YES, como costumo fazer …sempre que posso e estou pela região.

Para saber mais sobre o lugar, visitar e comer boa comida em uma estrutura muito agradável e acolhedor, verifique o site  deles aqui.

ENGLISH VERSION FOR ENGLISH SPEAKERS

This sunday I went in a vegan restaurant and I wanna talk about this experience, yes, it was a gastronomic experience…

It is a small door in Botafogo, this cozy neighborhood in Rio de Janeiro. When I first saw it I would never say there is something as nice as actually is! When I went through the hallway I could feel the energy changing, there was a very nice and calm meditation song and by the end of it I could see the real entrance for the restaurant. A Buda water fountain with rose petals floating, everybody was smiling, and the furniture was antique and beautiful.

When you realize you are involved in a whole calm world inside of crazy Rio de Janeiro. They have big tables and either you can share with your mates or make new friends sitting together people you don´t know. One of the amazing things of this place is the smile most of people share, politeness and low tune voice while they eat and talk friendly with each other.

There is something I really loved too, a picture of a ten years old girl, vegan since she was born holding a gold medal in swimming sports. I guess she is the owner´s daughter and their parents are really proud of her J well, I was!

The juice menu is really nice, many combinations of many fruits, and the deserts are beautiful, unfortunately I couldn´t taste them after eating so much…

Refeitório Orgânico Restaurante Vegetariano em Botafogo / Vegan Restaurant in Rio De Janeiro

Refeitório Orgânico Restaurante Vegetariano em Botafogo / Vegan Restaurant in Rio De Janeiro

As a vegan menu they have so many options it is almost unbelievable. I choose to put a little bit of everything of that amazing buffet in my plate so you can check all the options in the pictures… but even though I put a “piece of nothing” of every option… I left the restaurant feeling full.

Japanese food, salads, hot plates, soups… everything to make me happy that Sunday lunch…

I payed R$ 25,00 for the whole buffet, eating as much as I could, if I would repeat? TOTALLY YES, as I often do…

To know more about the place, visit and eat good food in a very nice and cozy structure check their website here.

Refeitório Orgânico Restaurante Vegetariano em Botafogo / Vegan Restaurant in Rio De Janeiro

Refeitório Orgânico Restaurante Vegetariano em Botafogo / Vegan Restaurant in Rio De Janeiro

Refeitório Orgânico Restaurante Vegetariano em Botafogo / Vegan Restaurant in Rio De Janeiro

Refeitório Orgânico Restaurante Vegetariano em Botafogo / Vegan Restaurant in Rio De Janeiro

Refeitório Orgânico Restaurante Vegetariano em Botafogo / Vegan Restaurant in Rio De Janeiro

Refeitório Orgânico Restaurante Vegetariano em Botafogo / Vegan Restaurant in Rio De Janeiro

Refeitório Orgânico Restaurante Vegetariano em Botafogo / Vegan Restaurant in Rio De Janeiro

Refeitório Orgânico Restaurante Vegetariano em Botafogo / Vegan Restaurant in Rio De Janeiro

Opção Vegetariana no Restaurante Quinta em Vargem Grande – Rio De Janeiro / Restaurant Quinta in Rio de Janeiro and its Vegetarian options

Uma tarde chuvosa e boa companhia são sempre uma boa combinação, se você adicionar a isso um lugar cheio de natureza ao redor, micos (bem-vindos sendo recebidos pelos garçons), comida muito boa, o vinho e depois de tudo a sobremesa… bem, o frio fica mais morno e mais aconchegante.

2014-07-26 13.20.24

Opção Vegetariana no Restaurante Quinta em Vargem Grande Rio De Janeiro / Restaurant Quinta in Rio de Janeiro and its Vegetarian options

Um dia desses foi perfeito assim. Fui à “Quinta”, um restaurante em Vargem Grande, bairro conhecido no Rio de Janeiro como um centro gastronômico da cidade. Lugar acolhedor e agradável, o paisagismo é muito lindo e eu pude reconhecer um animal nadando no laguinho deles que eu não vi por pelo menos 15 anos, um bagre africano, infelizmente, a água estava muito escura e eu não pude vê-lo muito. Enquanto isso, houve uma família de pequenos macacos recebendo outros convidados do outro lado do restaurante.

2014-07-26 13.30.29

Opção Vegetariana no Restaurante Quinta em Vargem Grande Rio De Janeiro / Restaurant Quinta in Rio de Janeiro and its Vegetarian options

Mesmo não tendo reservas feitas eles puderam abrir uma mesa para nós, assim que nos sentamos lá os nossos nomes já estavam impressos em um cartão que fez a qualidade do serviço ser ainda mais admirável. Os garçons e garçonetes foram treinados para sorrir e serem pró-ativos fez a experiência ainda melhor.

O menu não estava cheio de truques que nós sabemos que alguns restaurantes tentam usar para nos fazer gastar mais que nós queremos, era tudo claro e simples de entender.  A carta de vinhos tinha boas opções, e a melhor surpresa para nós vegetarianos foi um menu todo especial para nós! Eu me senti muito à vontade para pedir qualquer coisa sem me preocupar em encontrar animais nela.

Os preços dos pratos principais são razoáveis, cerca de R $ 40,00. Se você escolher o menu vegetariano fique à vontade para escolher as combinações que mais te agradarem. Eu fiquei bem feliz por lá e posso jurar que não era por causa do vinho.

Devo dizer que a sobremesa foi boa, nada que eu daria minha vida para ter um pedaço …, mas foi bacana. Eu sou um grande fã de torta de maçã com sorvete de baunilha, então eu quis experimentar a opção do restaurante. Como de costume, eu estava esperando um pedaço de torta quente e sorvete de baunilha; em vez veio uma tartalete fria e um sorvete de baunilha com canela misturados. Realmente bonito de ver, mas eu escolheria outra sobremesa da próxima vez.

ENGLISH VERSION FOR ENGLISH SPEAKERS

Rainy afternoon and good company are always a good combination, if you add a place full of nature around, monkeys (visiting and welcome by the waiters), really nice food, wine and the dessert after all… well, the cold weather gets warmer and cozier.

One of these days was perfect like this. I went to “Quinta”, a restaurant in Vargem Grande, neighborhood known in Rio de Janeiro as a gastronomic center in town. What a cozy and nice place, gardening was so beautiful and I could recognize an animal I didn´t see for at least 15 years, a catfish swimming in the pond, unfortunately the water was too dark and I couldn´t see it so much. Meanwhile there was a family of small monkeys hosting other guests on the other side of the restaurant.

2014-07-26 13.59.51

Opção Vegetariana no Restaurante Quinta em Vargem Grande Rio De Janeiro / Restaurant Quinta in Rio de Janeiro and its Vegetarian options

Even though there were no reservations made and they could open a table for us, as soon as we sat there our names were printed in a card making the great service even better. The waiters and waitresses were fully trained to smile and be pro-active making that experience even better.

The menu wasn’t full of tricks we know in some restaurants trying to make us spend more than we want, it was clear and clean. The wine list had good options, and the best surprise for us vegetarians was a whole Vegetarian Menu!!! I felt so free to order anything I wanted and don´t worry about finding any animals in it.

The main plate´s prices are reasonable, about R$ 40,00. If you choose the vegetarian menu feel free to choose whatever combinations you want to. I was happy there and I can swear it wasn´t because of the wine.

I must say the dessert was nice, nothing I would give my life to… but it was ok. I am a big fan of apple pie with vanilla ice cream so I ordered it. As usual I was expecting a warm piece of pie and the vanilla ice cream besides; instead came a small cold pie and a vanilla ice cream with cinnamon mixed in it. Really beautiful to see but I would choose another dessert next time.




Hamburguer Vegetariano no The Fifties / Vegetarian Hamburger at The Fifties

The Fifties é um restaurante especializado em servir hambúrguer. O  primeiro restaurante começou em São Paulo, aqui mesmo no Brasil, em 1993. Desde que foi aberto conquistou os fãs de hambúrguer e prêmios em todas as revistas de alimentos do país. Quando virei vegetariano as primeiras coisas que eu disse adeus com certa tristeza foram os hambúrgueres e cachorros-quentes. Eu nunca fui muito de comer bifes, costelas ou churrascos , mas eu sempre amei salgados e sanduíches. The Fifties resolveu este problema com um delicioso hambúrguer vegetariano .

Antes de dizer qualquer coisa sobre este hamburguer e outros alimentos que comi lá, devo dizer que o restaurante me  encanta  toda vez que eu estou por lá! Eles reproduzem o ar de 1950 nos estados unidos, com seus móveis temáticos, o pegador de guardanapo, o receptáculo de canudos e  as roupas dos garçons. Entrar num restaurante The Fifties é como uma viagem no tempo. Só senti falta de músicas dos anos 50 para deixar toda a experiência ainda mais real.

O hambúrguer Vegetariano é fantástico, como um amante de champinhons eu estava mais do que feliz em  sentir o gosto dele por lá. Não acho que o hambúrguer em si tenha gosto de carne, mas o sabor foi realmente muito bom. O tamanho do sanduíche foi satisfatório! Em comparação com os sanduíches vendidos pelo palhaço vermelho e amarelo da franquia de fast food mais conhecida do mundo eu diria que vale a pena trocar um pelo outro. Este hambúrguer tem o tamanho bom , definitivamente .

Acompanhando meu pedido pedi anéis de cebola fritos, delicioso, mas é muito oleoso , talvez não seja uma boa opção para quem segue uma dieta saudável.

Para beber, eu decidi mudar o hábito de tomar suco e experimentar o Smooth de frutas vermelhas com iogurte. Mesmo sem açúcar como gosto de tomar sucos era doce por si. É claro que pedi sobremesa! O brownie quente da casa que cheira como meu paraíso cheiraria se eu pudesse escolher, vem acompanhado de duas bolas de um delicioso sorvete de baunilha (aliás, meu sabor preferido) e tem uma  cobertura do chocolate crocante por cima … quero outro agora!

Quanto foi tudo isso?

Vegie hambúrguer : R $ 17,95 / U $ 9,00

Bebida suave: R $ 16,00 / U $ 8,00

anéis de cebola : R $ 13,00 / U $ 7,50

Deserto : R $ 16,00 / U $ 8,00

Eu compartilhei das cebolas, e sobremesa com um amigo, então eu deveria pagar sozinho em torno de R $ 50,00 / R $ 25,00 . Se valeu a pena ? TOTALMENTE ….

Saiba mais sobre sugestão de Hamburguer Vegetariano no The Fifties Rio de Janeiro  Places to eat Vegetarian Hamburger in Rio De Janeiro at The Fifties Restaurant

Saiba mais sobre sugestão de Hamburguer Vegetariano no The Fifties Rio de Janeiro Places to eat Vegetarian Hamburger in Rio De Janeiro at The Fifties Restaurant

ENGLISH VERSION FOR ENGLISH SPEAKERS

The Fifties is a restaurant specialized in hamburger manufacture. It´s first restaurant began in São Paulo, Brazil, in 1993. Since it was open it has conquered hamburger´s fans and prizes in all food magazines in Brazil.

When I became a vegetarian the first things I said good bye with sadness was my hamburgers and hot dogs. I was never too into beefs and T-bones or barbecues, but I always loved snaks and sandwiches. The Fifties solved this problem with a delicious vegetarian hamburguer.

Before I say anything about this hamburguer and other foods I had there, I must say the restaurant amazes me everytime I´m there! They could reproduce an age with its furnitures, napkin´s picker, straws and waiter´s outfits, going inside a The Fifties restaurant is just like a time travel. I just missed the 50´s songs to make perfect the whole experience.

The vegie burger is fantastic, as a mushroom lover I was more than happy to taste it there. I don´t think it tastes like meat, but the flavor was really fantastic for me. And it was BIG :), you know, if you buy a “yellow red” fast burger either you would starve to death or you would have to eat two. This hamburguer has o good size, definetly.

With the hamburguer I ordered fried onion rings, delicious but too much oil, for the healthier or diet followers perhaps that would not be a good idea. To drink, I decided to go wild and try the smooth of red fruits with yogurt, no suggar on it, as I don´t like suggar in my juices… and I must tell, there was no need, sweet for itself. Of course I had my dessert, hot brownie, which smells like heaven would if I could choose, also two balls of a delicious vanilla ice cream, melting chocolate topping it all…

How much was it all?

Vegie burger: R$ 17,95 / U$ 9,00

Smooth drink: R$ 16,00 / U$ 8,00

onion rings: R$ 13,00 / U$ 7,50

Desert: R$ 16,00 / U$ 8,00

I shared the onions, and dessert with a friend, so I should pay alone around R$ 50,00 / R$ 25,00. If it was worthed? TOTALLY….

Restaurantes Com Opções Vegetarianas / Restaurants With Vegetarian Options

Ser um vegetariano me deu uma outra perspectiva sobre reuniões sociais. Às vezes é simplesmente impossível para sair com dez ou vinte vegetarianos, a maioria dos meus amigos são onívoros. Sugerir restaurantes vegetarianos é algo bastante difícil. Como sou muito flexível, com lugares para comer só tento pedir que tenham opções vegetarianas no menu. Se não for possível tento ser uma companhia agradável e não me queixo sobre o lugar . Claro, pães e uma boa salada me fazem feliz …Mas eu sou uma pessoa muito fácil de agradar.

Então, depois de um tempo pensando em uma maneira de tornar as coisas mais fáceis para os vegetarianos que viajam no Rio de Janeiro e, claro , pelos outros lugares que passei, eu decidi começar esta nova categoria no nosso blog. Restaurantes com opções vegetarianas. Por favor, note que não é uma opção VEGANA, às vezes os lugares que comentarei usam ovos e produtos derivados de leite… Maaassss …. já é um começo.

Assim, em tais posts, descreverei a experiência que tive no lugar , música, serviço, preocupação dos garçons e proprietários quando souberam que havia um vegetariano com o grupo, vou dedicar algumas palavras para a descrição da comida; sabores , texturas, apresentação , e, claro , vou acrescentar um ponto chamado “quantidade”, desde que tenho notado as pessoas pensam vegetarianos comem pouco … e eu gosto de comer muito!

Por favor , note também , eu estou falando de comida vegetariana. Claro que a comidas vegetarianas podem ser mais saudáveis, mas existem alguns outros alimentos que comemos e eles não são muito saudáveis ​​… e eu gosto deles , como salgados de padarias e outras coisas fritas … Mas mesmo que eles não sejam tão saudáveis. .. Eu vou fazer um post aqui quando experimentá-los ! 🙂

Eu realmente espero que aproveitem esta experiência comigo neste blog e em nossas mídias sociais. Também espero que esta ação possa ajudar novos vegetarianos a encontrarem uma maneira de serem mais sociáveis e facilitar seus caminhos através desse estilo de vida. E quem sabe, inspirar os não vegetarianos a experimentar os vegetais por um tempo ou diminuir seu consumo de carne.

Obrigado de todo o meu coração.

Restaurantes Com Opções Vegetarianas / Restaurants With Vegetarian Options

Restaurantes Com Opções Vegetarianas / Restaurants With Vegetarian Options

ENGLISH VERSION FOR ENGLISH SPEAKERS

Being a vegetarian gave me another perspective of social meetings. Sometimes it is just impossible to go out with ten or twenty vegetarians, and most of my friends are omnivores. Suggesting vegetarian restaurants is something quite difficult. As I am very flexible with places to eat I only try to ask for vegetarian options in the menu. If it is not possible I try to be a pleasant company and don´t complain about the place. Of course, loafs of breads and a good salad makes me happy… So I am very easy going.

So after a while thinking about a way to make things better for vegetarians travelling in Rio de Janeiro and, of course, place´s I´ve been, I decided to start this new cathegory in our blog. Restaurants with vegetarian Options. Please, note it is not a VEGAN option, sometimes they use eggs and milk derivated products… Buuuuuuut…. it is already a start.

So, in these posts, I´ll describe the experience I had in the place, music, service, the preocuppation waiters and owners had when they know there is a vegetarian with the group and of course, I´ll dedicate some words for food description, flavors, textures, presentation, and of course, I´ll add a check point called quantity as long as I´ve noticed people think vegetarians eat a few… and I like to eat a lot!

Please, also notice, I am talking about vegetarian food. Of course vegetarian food can be healthier, but there are some foods we eat and they aren´t quite healthy… and I like them, such as fast snaks and fried stuffs… But even though they aren´t so healthy… I´ll make a point here when I try them! 🙂

I really hope you enjoy this experience with me in this blog and at our social medias.I also hope this action can help new vegetarians to find a way to be more social and find their ways through this life stile. And who knows, inspire non vegetarians to experience this life stile for a while or lower their meat insume.

Thank you from all my heart.

Seja Vegetariano e Feliz! Be a happy Vegetarian

Há tempos eu venho imaginando uma forma de escrever sobre ser vegetariano e saudável. Por muito tempo algumas pessoas acabaram me desencorajando dessa tarefa por acharem que o assunto não diz respeito à temática da empresa BEAnimal (que é o bem-estar animal). Por todo esse tempo eu acabei não falando muito do assunto acreditando realmente que não tinha nada a ver.

No entanto algumas pessoas que seguem o trabalho da BEAnimal começaram a me questionar sobre como eu mantenho um corpo saudável ele visivelmente cuidado na academia sem que eu coma carne ou qualquer proteína animal.

Todas as vezes que eu me disponho a responder essas questões acabo entrando no assunto da razão pela qual não como carne e que está diretamente ligado a minha crença sobre bem-estar animal.

O que me incomoda sobre a questão são vários fatore tais como a forma que os animais são mantidos enquanto estão vivos, a forma que são tratados enquanto estão vivos, a maneira que são tolhidos de expressar muitos de seus comportamentos naturais, a forma que muitos deles são dispensados sem respeito nenhum durante a sua morte. Infelizmente esses pontos levantados não cabem a mim mudar. Logo, o que me incomodou de verdade para que eu mudasse meu hábito alimentar foi uma única coisa: ” eu trabalhar com animais durante dia de ser responsável pela morte deles durante a noite enquanto jantava “. O pensamento dentro da minha cabeça era controverso e conflitante com a minha prática. Como eu poderia fazer amizade, ensinar famílias serem amigas de seus animais, falar sobre convivência harmônica entre espécies, querer o bem de tantos animais ser o causador da morte de tantos outros?

Nessa época eu estagiava com os golfinhos do zoológico de Lisboa. Conversando com uma dinamarquesa colega de estágio, eu, dentro da minha ignorância, perguntei a ela: ” na Dinamarca vocês comem cavalos, você já olhou dentro dos olhos de um cavalo antes de matar ele? ” Ela sem fazer muito alarde, sem se indignar com a minha pergunta e sem se alterar emocionalmente deu uma resposta que ficou atravessada na minha cabeça até hoje: “sim já olhei dentro dos olhos dos cavalos e você já olhou dentro do olho de uma vaca antes de matá-la? “. E ao terminar essa pergunta ela me remeteu a lembranças de infância que tive nos sítios do interior. Lembrei de todas as vacas, porcos, galinhas e animais de caça que vi matarem, que ajudei a limpar e que havia comido ao olhar para o lado dentro daqueles grandes tanques que os golfinhos ficavam e ver um deles passando por mim olhando para os meus olhos também me perguntei qual era a diferença entre aqueles golfinhos uma vaca? Naquele momento eu havia aberto a caixa de pandora.

Ainda naquele ano tive a oportunidade de trabalhar com camelos que tinham tido alguns traumas durante a vida. Também trabalhei com lhamas, cangurus, cavalos, cachorros do mato, cabras, porcos, veados, racoons, crocodilos, cobras, tartarugas, e  as aves. Os camelos me lembravam muito as vacas, já as araras e outros papagaios me faziam pensar o quanto uma galinha também não tem sentimentos tão semelhantes dessas aves magníficas.

Dessa forma cheguei à conclusão de que de certa maneira todos os animais sentem alguma coisa. Anos depois, lendo Darwin e outros autores, li uma frase que elucidou tudo o que eu acreditava e que não conseguia colocar em palavras de forma clara: ” a diferença dos sentimentos entre os animais não humanos dos humanos é quantitativa não qualitativa “. (Charles Darwin)

Desde então eu me convenci que não poderia ser responsável pela infelicidade de outro ser vivo desnecessariamente. Que eu não gostaria de saber que fui o causador da dor física em outro ser vivo sem que isso fosse extremamente necessário. Que por mais primitivos que fossem esses sentimentos ou essas emoções nos animais eu deveria respeitar cada grau de evolução. Portanto hoje só como alimentos que não tenham tido sistema nervoso ou gânglios neurais. Não compro ovos de lugares que confinam galinhas, as tratam com o devido respeito por serem seres vivos emocionais.

A razão por eu ter parado de comer carne se chama empatia. É a capacidade de se colocar no lugar do outro. Eu posso estar errado e não estar contribuindo com nada para esse mundo, mas eu posso também estar certo e um dia ter a consciência tranquila de saber que não fiz ninguém sofrer ou que evitei a dor em tantos seres vivos, contribuindo para um mundo com menos mortes e menos violência. Cinquenta porcento de chance de estarmos certos ou errados em cada um uma de nossas escolhas. Se com a escolha que fiz por não comer carne eu estiver errado, se tudo que acredito sobre os animais serem seres que comungam com nossas emoções, eu ainda saio ganhando por não ter disseminado a violência da morte. No entanto, se eu estiver certo… O peso do fardo é pesado demais!

Desde janeiro de 2008 sem comer gânglios neurais e muito feliz!

Seja vegetariano e Feliz

Seja vegetariano e Feliz

 

ENGLISH VERSION FOR ENGLISH SPEAKERS (for now, google translator, but I swear to God, I´ll work on it asap)

 

For a long time I ‘ve been wondering a way to write about being a vegetarian and healthy . For a long time some people just discouraging me from this task because they think it does not concern the issue of company BEAnimal (which is the animal welfare ) . All this time I ended up not saying much really believing that the matter had nothing to do .
However some people who follow the work of BEAnimal began to question me about how I maintain a healthy body it visibly carefully at the gym before I eat any meat or animal protein .
Every time I disposal to answer these questions end up getting into the issue of why not eat meat and that is directly connected to my beliefs about animal welfare .
What bothers me about the issue are several to factor such as way that the animals are kept while they are alive , the way they are treated while they are alive , the way they are constrained to express many of their natural behaviors , how many of them are dismissed without any respect for his death . Unfortunately these points raised do not fit me change . So what bothered me the truth so I changed my eating habits were one thing: ” I work with animals during day be responsible for their death during the night while dining .” The thought in my head was controversial and conflicting with my practice. How could I make friends , families teach their animals being friends , talk about peaceful coexistence between species , will the good of so many animals to be the killer of so many others ?
At this time I interning with the Dolphins from Lisbon Zoo . Talking with a Danish colleague , stage I , in my ignorance , I asked her : ” you eat horses in Denmark , have you looked into the eyes of a horse before killing him? ” She without much fanfare , without getting angry with my question and no change emotionally gave an answer that was crossed in my head today: ” yeah already looked into the eyes of horses and have you looked into the eye of a cow before you kill her ? ” . And to end this question she referred me to childhood memories I’ve had in the interior sites . I remembered all the cows , pigs , chickens and wild game that saw kill , I helped clean and had eaten while looking sideways into those large tanks that dolphins were and to see one of them passing me by looking at my eyes also wondered what the difference was between those dolphins a cow ? At that moment I had opened the pandora box .
Later that year I had the opportunity to work with camels who had some trauma in life. I also worked with llamas , kangaroos , horses , dogs bush , goats , pigs , deer , racoons , alligators , snakes , turtles , and birds . Camels reminded me a lot of the cows , as macaws and other parrots made ​​me think how much a chicken also has similar feelings as these magnificent birds .
Thus I came to the conclusion that somehow all animals feel something. Years later , reading Darwin and other authors , I read a quote that clarified everything I believed in and I could not put into words clearly : ” the difference between the feelings of non-human animals from humans is quantitative not qualitative .” ( Charles Darwin )
Since then I convinced myself that it could not be responsible for the misfortune of another living being unnecessarily . I would not know what was the cause of physical pain on another living being without it being absolutely necessary . Which in more primitive than were those feelings or emotions in these animals I should respect each degree of evolution . So today just as foods that have not been nervous system or neural ganglia . I do not buy eggs from hens confined places , treat them with due respect for being emotional living beings .
The reason I stopped eating meat is called empathy. It is the ability to put oneself in another’s place . I could be wrong and will not be contributing anything to this world , but I can also be right and one day have a clear conscience knowing that did not make anyone suffer or who have avoided the pain in many living beings , contributing to a world with less deaths and less violence. Fifty percent chance of being right or wrong in each of our choices . With the choice I made by not eating meat I’m wrong , if everything I believe about the animals are beings who share our emotions , I still go out for not gaining widespread violence of death . However , if I’m right … The weight of the burden is too heavy !
Since January 2008 without eating neural ganglia and very happy !

 

  • RSS
  • Newsletter
  • Twitter
  • Facebook
  • Flickr
  • YouTube