Cartazes Virtuais e Animais Perdidos, Como Fazer?

Cartazes Virtuais e Animais Perdidos, Como Fazer?

Com o facebook e a inclusão digital encontramos um novo meio de divulgar os nossos animais quando se perdem. Já tive a experiência de ter que fazer isso com a Bubu quando ela fugiu (veja a história toda aqui: O começo , A esperança , A perda da esperança , o Final Feliz ). Hoje usamos nossa fanpage no facebook para divulgarmos cartazes virtuais compartilhando a possibilidade dos animais serem achados.

Infelizmente nem todos os cartazes podem ser compartilhados por falta de informações. Para facilitar esse processo fiz esse post para que as pessoas possam otimizar suas buscas por seus animais perdidos.

Temos que pensar nesse cartaz como uma campanha de marketing. As pessoas devem sentir vontade de compartilhá-lo. Algumas inforamções NECESSÁRIAS:

Fotografia do animal atual, ou a mais atual que o proprietário tenha, se puder colocar uma foto de frente e uma de perfil ajuda muito. Evite fotografias que seu animal está com roupas ou escondido atrás de alguma coisa. A foto tem que ser do animal e só! Por mais que venha a tentação de colocar ele coberto numa fantasia que esteja muito fofo isso dificulta o reconhecimento dele.

Comente se é macho ou fêmea e se tem alguma raça específica. Lembre-se que existem animais muito parecidos, saber o sexo ajuda.

Telefone de contato, use um telefone celular para contato, nem sempre estaremos em casa para receber a informação. É de extrema importância que você se lembre de colocar o código de área, afinal de contas você quer que seu cartaz percorra grandes distâncias virtuais. Lembre-se que animais perdidos andam muito e podem ser adotados por viajantes. Mais um detalhe muito importante que muitas pessoas esquecem é dizer que a ligação pode ser feita a cobrar, afinal de contas, não sabemos se quem encontrou vai ter créditos para nos ligar.

Dizer a cidade que o animal fugiu é muito importante. Um cartaz virtual pode viajar por muitos estados pelas redes sociais. Coloque junto com essa informação a localização aproximada que o animal foi visto a última vez.

Dê alguma característica psicológica do animal, ele é manso, ele é bravo? Ele não suporta alguma coisa? Isso ajuda a fazer uma ligação entre a característica física do animal achado com a possibilidade de ser o seu bichinho de estimação.

Ele tem microchip? Deveria ter! Caso tenha só mencione esse fato! Não divulgue o número, já é informação demais.

Dizer que tem uma criança triste pela fuga do animal é muito manjado, funciona melhor dizer que você vai dar uma recompensa, mas não divulgue o valor. Mas lembre-se de que existem pessoas má intencionadas nesse mundo, tanto quanto as bem intencionadas. Portanto, essa informação definitivamente não vai ser o que fará seu animal voltar. Tudo depende da boa índole da pessoa que o achou.

Use uma fonte fácil de ser lida e cor preta. Você não quer que as pessoas tenham dificuldade em ver as informações.

Faça tudo de forma simples e sem enfeitar muito. É um cartaz sério e deve ser tratado dessa forma. Se você estiver pensando no Facebook como sua principal fonte de divulgação, pense em usar os padrões de tamanho da foto de capa (849 x 312 pixels), use na sua foto de capa e incentive seus amigos a compartilharem e usarem por um tempo também para te ajudar.

Coloque a data que o animal se extraviou, isso ajuda a termos uma ideia de território percorrido.

Cartaz virtual

Cartaz virtual

Blog Widget by LinkWithin
Be Sociable, Share!
Equipe BEAnimal

Deixe sua mensagem

  • RSS
  • Newsletter
  • Twitter
  • Facebook
  • Flickr
  • YouTube